#30 Férias nos treinos?


Uma questão que é pouco abordada e extremamente importante em uma periodização de treino é o período mais "off" onde o corpo recupera-se dos estímulos acumulados durante o período anterior, bem como recuperação das estruturas físicas em si.

Mas é importante dizer que férias de treino não significa necessariamente não treinar. Pode ser um período sabático de 1 a 2 semanas sem nenhum tipo de treino? Pode. Porém, o ideal é que a pessoa se mantenha ativa, com variações de estímulos como por exemplo, praticar outros esportes que não façam parte da rotina e que lhe cause algum tipo de prazer na prática, fazer trilhas com bicicletas ou caminhadas que aliem o útil ao agradável.

O importante a ressaltar é: o ser humano não é feito para performar em 100% dos momentos em que está treinando, e que esse período ao qual estamos falando nesse texto serve como um período de manutenção das funções vitais, funções fisiológicas e físicas.

Mas como toda máquina, nosso corpo precisa de períodos onde ele tem uma carga de volume e intensidade de trabalho bem reduzida, a fim de "resfriar" a máquina, fazer ajustes e consequentemente estar com tudo em ordem para o início da nova fase de treinos mais pesado.

Para muitos, essa época de festas de fim de ano é o período ideal para fazer esse regenerativo. Então vamos ajudar você a equalizar melhor o que fazer nessa fase.

Considerando os meses de dezembro e janeiro como sendo esse período, podemos fazer da seguinte forma: na 1ª quinzena de dezembro, treinos relativamente normais, talvez com um pequeno ajuste em tempo totais de treino e nos tipos de estímulos que serão usados no período.

Na 2ª quinzena, uma diminuição gradual de volumes e intensidades usando o período entre festas de natal e ano novo para fazer aquele off da modalidade e trocar por outros estímulos de seu interesse (não que seja imprescindível mudar a modalidade, mas pode ser interessante mantendo uma parte aeróbia mudando estímulos).

Já na 1ª quinzena de janeiro, uma volta a ativa na modalidade praticada, de forma progressiva e bem administrada. E na 2ª quinzena uma volta (ainda com volumes e intensidades controlados) de estímulos mais fortes e treinos um maiores.

Seguindo esse guia básico, é possível fazer essa fase mais "off" de treinos de forma direcionada e preparar o corpo de uma maneira mais correta para os desafios que virão na sequência.

Bons treinos e bom final de ano a todos!!!


Fábio Targas Gonçalves

CREF: 091562-G/SP

Targas Personal Coach - Assessoria Esportiva

@fabiotargas

@targaspersonalcoach


11 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo